Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

Coma pimenta vermelha e viva mais

Coma pimenta vermelha e viva mais

O tempero mais ardido que se tem notícia diminui o risco de infarto e acidente vascular cerebral.

Ela arde, mas prolonga a vida. A pimenta vermelha (dedo-de-moça, malagueta, caiena) reduz em 13% o risco de morte por infarto e acidente vascular cerebral (maiores inimigos da vida corrida), segundo um estudo da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos, com 16 mil americanos e duração de 23 anos. Quem dá esse poder à especiaria é a capsaicina – substância responsável pelo gosto ardido com outros dois efeitos comprovados: “Termogênico [acelera o metabolismo] e protetor contra o câncer”, confirma a nutricionista Cyntia de Oliveira, do Centro Universitário Celso Lisboa, no Rio.

Se você não tiver problema de estômago, a indicação é de 3 gramas (cerca de 4 pimentas malaguetas ou 2,5 centímetros da dedo-de-moça) por dia, com as sementes! Coloque no peixe, no guacamole (pasta de abacate), no chá verde, na geleia de frutas e até no bolo de chocolate.

(Fonte: Boa Forma)

 

Quais as diferenças entre as cirurgias de redução de estômago? Bem Estar explica

Quais as diferenças entre as cirurgias de redução de estômago? Bem Estar explica

A Anvisa aprovou, no final de 2016, uma nova técnica nas cirurgias de redução de estômago: a gastroplastia endoscópica. Ela reduz o estômago sem cortes e por isso é um procedimento mais simples do que a bariátrica. O Bem Estar desta segunda-feira (3) falou sobre técnicas de emagrecimento.

A gastroplastia endoscópica costura o estômago, reduzindo sua capacidade de 1,5 litro para 600 ml. Ela é indicada para quem tem sobrepeso ou para quem tem IMC acima de 35, tem indicação de bariátrica, mas quer um procedimento menos invasivo.

Já o balão gástrico é colocado por uma endoscopia digestiva e é preenchido com soro fisiológico. É para quem tem sobrepeso e que precisa emagrecer pouco. O sleeve corta dois terços do estômago e é indicado para obesos mórbidos. Já o by-pass é a técnica da bariátrica mais realizada no mundo. O estômago é costurado e a cirurgia é indicada para quem tem que perder muito peso e quem tem doenças associadas à obesidade.

E quem pode fazer a cirurgia? A gastroplastia endoscópica é indicada para quem tem sobrepeso (IMC entre 27 e 35) ou obesidade (IMC acima de 35). O balão gástrico é para quem tem sobrepeso (IMC entre 27 e 35). A gastrectomia vertical ou sleeve é opção para obesos mórbidos (IMC a partir de 35, com doenças associadas à obesidade: diabetes, hipertensão, apneia do sono e doenças articulares). Já o by-pass é para quem precisa perder muito peso e tem doenças associadas à obesidade (IMC a partir de 35).

Cortar o glúten
Muitas pessoas cortam o glúten para emagrecer, mas isso pode ser arriscado. Um estudo da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, mostrou que o glúten pode ter relação com a diabetes.

(Fonte: Bem Estar/ Adaptado)

Banana da terra crocante com pesto de brócolis

Banana da terra crocante com pesto de brócolis

Ingredientes

2 unidades de banana-da-terra verde 2 colheres (sopa) de queijo meia-cura ralado 1/2 unidade de brócolis japonês pequeno picado 200 gramas de castanha-do-pará picadinha 2 dentes de alho 2 unidades de tomate italiano orgânico cortado em cubos 1 unidade de limão-taiti espremido • azeite de oliva e sal rosa (ou marinho) a gosto • manjericão fresco (só as folhas) a gosto.

• Modo de preparo
Cozinhe a banana com a casca na pressão por 15 minutos. Retire a casca e amasse a polpa com um garfo. Junte o queijo, misture bem e molde no formato de cubos. Reserve. Salteie os brócolis com 1 dente de alho, azeite e sal. Bata no liquidificador com as castanhas, o manjericão, o outro alho, um pouco mais de azeite e o limão. Reserve. Tempere o tomate com sal, azeite e manjericão. Reserve. Grelhe os cubos de banana no azeite até ficar com a aparência e textura de uma mandioca frita. Montagem: espalhe o pesto em um prato e, por cima, arrume os cubos de banana crocante. Cubra com o tomate temperado e decore com manjericão. Sirva em seguida.

(Fonte: Corpo a Corpo)

O consumo de frutas determinou a formação do cérebro humano

O consumo de frutas determinou a formação do cérebro humano

Um novo estudo sugere que a ingestão de frutas foi responsável pelo desenvolvimento de cérebros grandes e poderosos nos humanos.

Nosso cérebro, grande e poderoso, provavelmente foi desenvolvido graças à ingestão de frutas. De acordo com um estudo publicado na revista científica Nature Ecology & Evolution, comer frutas foi um passo-chave e forneceu a energia necessária para o desenvolvimento de cérebros mais volumosos.

No estudo, os pesquisadores observaram os alimentos básicos de mais de 140 espécies de primatas e concluíram que suas dietas não mudaram muito ao longo da evolução recente. Os resultados mostraram que os animais que se alimentam de frutas têm cérebros cerca de 25% maiores do que aqueles que ingerem principalmente folhas.

Frutas contêm mais energia
A descoberta questiona a teoria que prevaleceu desde meados da década de 1990, segundo a qual os cérebros maiores se desenvolveram a partir da necessidade de sobreviver e se reproduzir em grupos sociais complexos. Por outro lado, a ingestão de frutas estava fortemente correlacionada com a dimensão do órgão.

Alimentos como frutas contêm mais energia do que fontes básicas como folhas, fornecendo assim o combustível adicional necessário para evoluir para um cérebro maior. Ao mesmo tempo, lembrar quais plantas produzem frutas, onde elas estão e como abri-las também poderia ajudar um primata a aumentar o tamanho de seu cérebro.

Leia mais:http://migre.me/wl7ag
(Fonte: Veja)

Dica de quarta: Beterraba já!

Dica de quarta: Beterraba já!

Página 8 de 184

Destaque

banner

Video em Destaque

bem-estar

Corpo Clínico

dr-almino-aa

 

Dr. Almino Cardoso Ramos

Diretor Geral da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-manuela

 

Dra. Manoela Galvão Ramos

Diretora administrativa da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-galvao

 

Dr. Manoel Galvão Neto

Coordenador/ Chefe da Endoscopia Bariátrica Avançada da Clínica Gastro Obeso Center

saibamaismais


dr-thales

 

Dr. Thales Delmondes Galvão

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-nestor-tadashi-bertin-suguitani-m

 

Dr. Nestor Tadashi Bertin

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba 


dr-eduardo-bastos-m

 

Dr. Eduardo Bastos

Coordenador Científico da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-raphael-torres

 

Dr. Raphael Tôrres Figueirêdo de Lucena

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba

 

Calcule seu IMC

Peso:
Kg
Altura:
m


IMC:

 

Newsletter GOC

Name:
Email: