Vinaora Nivo SliderVinaora Nivo SliderVinaora Nivo Slider

Dica de quarta: Amor cura?

Dica de quarta: Amor cura?

 

Chá verde melhora função cerebral e aumenta perda de peso, diz estudo

Chá verde melhora função cerebral e aumenta perda de peso, diz estudo

Um novo estudo feito pela Universidade Northwest A&F, na China, descobriu que o chá verde pode ajudar a otimizar a perda de peso e ainda aumentar a função cerebral. A bebida já era uma das queridinhas entre quem é adepto de um estilo de vida saudável, mas esse estudo agora mostra que o efeito desse chá pode aparecer em poucos meses de consumo.

Para a pesquisa, foram usados ratos machos, com três meses de idade. Durante 16 semanas eles tiveram sua alimentação controlada, divididos em três grupos diferentes: um grupo seguiu uma dieta padrão, outro recebeu alimentação de alta frutose e o terceiro também foi alimentado com uma dieta de alta frutose junto com dois gramas de EGCG por litro de água.
Foi medida ainda a gordura corporal dos ratos e eles fizeram testes na água, cujo objetivo era testar a velocidade de raciocínio deles para escapar da água. Os roedores foram colocados em uma piscina e tinham que encontrar uma plataforma segura.

Os resultados revelam que os ratos alimentados apenas com a dieta de alta frutose apresentaram gordura corporal significativamente maior do que aqueles que também receberam EGCG ou uma dieta padrão. Os ratos que receberam EGCG também gastaram menos tempo para encontrar a plataforma de escape da água do que os que receberam apenas alta frutose.
Quando a plataforma foi removida da água, os ratos que receberam EGCG também conseguiram encontrar rotas alternativas para fora da piscina. Em entrevista ao DailyMail, Xuebo Liu, autor do estudo, disse: "O chá verde é a segunda bebida mais consumida do mundo após a água e cresce em pelo menos 30 países. O antigo hábito de beber chá verde pode ser uma alternativa mais aceitável aos medicamentos quando se trata de combater obesidade e comprometimento da memória".

(Fonte: Minha Vida)

Chá verde melhora função cerebral e aumenta perda de peso, diz estudo

Chá verde melhora função cerebral e aumenta perda de peso, diz estudo

Um novo estudo feito pela Universidade Northwest A&F, na China, descobriu que o chá verde pode ajudar a otimizar a perda de peso e ainda aumentar a função cerebral. A bebida já era uma das queridinhas entre quem é adepto de um estilo de vida saudável, mas esse estudo agora mostra que o efeito desse chá pode aparecer em poucos meses de consumo.

Para a pesquisa, foram usados ratos machos, com três meses de idade. Durante 16 semanas eles tiveram sua alimentação controlada, divididos em três grupos diferentes: um grupo seguiu uma dieta padrão, outro recebeu alimentação de alta frutose e o terceiro também foi alimentado com uma dieta de alta frutose junto com dois gramas de EGCG por litro de água.
Foi medida ainda a gordura corporal dos ratos e eles fizeram testes na água, cujo objetivo era testar a velocidade de raciocínio deles para escapar da água. Os roedores foram colocados em uma piscina e tinham que encontrar uma plataforma segura.

Os resultados revelam que os ratos alimentados apenas com a dieta de alta frutose apresentaram gordura corporal significativamente maior do que aqueles que também receberam EGCG ou uma dieta padrão. Os ratos que receberam EGCG também gastaram menos tempo para encontrar a plataforma de escape da água do que os que receberam apenas alta frutose.
Quando a plataforma foi removida da água, os ratos que receberam EGCG também conseguiram encontrar rotas alternativas para fora da piscina. Em entrevista ao DailyMail, Xuebo Liu, autor do estudo, disse: "O chá verde é a segunda bebida mais consumida do mundo após a água e cresce em pelo menos 30 países. O antigo hábito de beber chá verde pode ser uma alternativa mais aceitável aos medicamentos quando se trata de combater obesidade e comprometimento da memória".

(Fonte: Minha Vida)

Alimentação saudável na gravidez: 3 novos estudos

Alimentação saudável na gravidez: 3 novos estudos

Esqueça aquele famoso ditado: “mulher grávida come por dois”. É claro que a ingestão de calorias deve aumentar um pouco durante a gestação, mas isso não significa poder consumir tudo o que quiser e em grandes quantidades. Quando o assunto é gravidez, equilíbrio é sempre a palavra-chave – principalmente na hora de se alimentar. Os excessos podem ser prejudiciais tanto para a saúde da mulher como para o bebê, e novos estudos voltaram a reforçar isso.

Os cientistas da Universidade Queen Mary (Reino Unido) analisaram 9 mil mães e seus filhos ao longo dos últimos anos. O estudo revelou que existe uma associação entre o consumo de açúcar durante a gestação e a presença de asma nas crianças. De acordo com a pesquisa, as mulheres que consomem mais açúcar durante a gravidez apresentam duas vezes mais chances de ter um filho com asma alérgica do que as que comem menos alimentos açucarados.

Embora os pesquisadores ainda não possam afirmar com certeza porque isso acontece, eles sugerem hipóteses. Uma delas é de que grandes quantidades de açúcar podem desencadear uma resposta imune no corpo, levando à inflamação nos pulmões.

Esqueça aquele famoso ditado: “mulher grávida come por dois”. É claro que a ingestão de calorias deve aumentar um pouco durante a gestação, mas isso não significa poder consumir tudo o que quiser e em grandes quantidades. Quando o assunto é gravidez, equilíbrio é sempre a palavra-chave – principalmente na hora de se alimentar. Os excessos podem ser prejudiciais tanto para a saúde da mulher como para o bebê, e novos estudos voltaram a reforçar isso.

Os cientistas da Universidade Queen Mary (Reino Unido) analisaram 9 mil mães e seus filhos ao longo dos últimos anos. O estudo revelou que existe uma associação entre o consumo de açúcar durante a gestação e a presença de asma nas crianças. De acordo com a pesquisa, as mulheres que consomem mais açúcar durante a gravidez apresentam duas vezes mais chances de ter um filho com asma alérgica do que as que comem menos alimentos açucarados.

Embora os pesquisadores ainda não possam afirmar com certeza porque isso acontece, eles sugerem hipóteses. Uma delas é de que grandes quantidades de açúcar podem desencadear uma resposta imune no corpo, levando à inflamação nos pulmões.

Portanto, resista às tentações e, quando sentir aquela vontade incontrolável de comer uma sobremesa enorme, tente fazer trocas saudáveis.

Outro estudo recente sobre esse assunto foi publicado pela Universidade de Harvard (EUA). Os cientistas observaram mil pares mãe-filho e chegaram a conclusão que quanto mais as mulheres bebem refrigerante durante a gravidez, maiores são as chances de ter filhos que apresentam sobrepeso ou obesidade a longo prazo.

Os pesquisadores acreditam que existe uma ligação entre a alimentação materna e a constituição corporal de seus filhos. Para eles, o segundo trimestre seria especialmente crítico, porque é o momento em que a acumulação de gordura fetal se acelera.

Embora a gestante não possa abusar do açúcar refinado, há uma boa notícia para aquelas que sentem muita vontade de comer doce: as frutas! Elas são bem-vindas porque contêm fibras, vitaminas e minerais, que são importantíssimos para o bom funcionamento do organismo. E tem a frutose que é o açúcar natural das frutas.

Para completar a lista de benefícios, um estudo da Universidade de Alberta (Canadá) revelou que comer frutas durante a gravidez pode tornar a criança mais inteligente. Os pesquisadores identificaram que as mães que mais consomem esse tipo de alimento têm filhos com QI mais elevado.

Mas, atenção! Mesmo assim, não pode haver exagero. Quando consumida a frutose em excesso, ela pode ser depositada em forma de gordura no fígado. Por isso, os médicos recomendam o consumo de três porções de frutas por dia, no máximo, enquanto você espera pelo seu bebê.

(Fonte: Crescer/Adapatda)

Quiche Saudável de Legumes

Quiche Saudável de Legumes

- INGREDIENTES:
2 Ovos
2 Colheres de Sopa de Requeijão Light
1 Copo de Iogurte Desnatado
1 Colher de Chá de Mix de Temperos
Orégano
1 Xícara de Cenoura Ralada
1 Xícara de Tomate em cubinhos
1 Xícara de Floretes de Brócolis (Quebrantados com água fervente)
3 Fatias de Presunto Magro em Cubinhos.


- MODO DE PREPARO:
Triturar as bolachas no processador. Acrescentar o óleo e as claras. Amassar bem. Com esta massa, forrar as forminhas de fundo removível.
Preenchê-las com a cenoura, o tomate, o presunto e os brócolis. Em seguida bater no processador o requeijão, o iogurte, os ovos e o tempero. Cobrir os legumes e polvilhar o orégano. Levar ao forno 250° por aproximadamente 20 minutos. Ou até dourar.


(Fonte: Gshow)

Página 7 de 200

Destaque

banner

Video em Destaque

bem-estar

Corpo Clínico

dr-almino-aa

 

Dr. Almino Cardoso Ramos

Diretor Geral da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-manuela

 

Dra. Manoela Galvão Ramos

Diretora administrativa da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-galvao

 

Dr. Manoel Galvão Neto

Coordenador/ Chefe da Endoscopia Bariátrica Avançada da Clínica Gastro Obeso Center

saibamaismais


dr-thales

 

Dr. Thales Delmondes Galvão

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-nestor-tadashi-bertin-suguitani-m

 

Dr. Nestor Tadashi Bertin

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba 


dr-eduardo-bastos-m

 

Dr. Eduardo Bastos

Coordenador Científico da Clínica Gastro Obeso Center

saiba


dr-raphael-torres

 

Dr. Raphael Tôrres Figueirêdo de Lucena

Cirurgião da Clínica Gastro Obeso Center

saiba

 

Calcule seu IMC

Peso:
Kg
Altura:
m


IMC:

 

Newsletter GOC

Name:
Email: